Foram poucos minutos de conversa, mas o tempo foi suficiente para perceber que o médico patologista de 72 anos exala disposição e energia. O diálogo ocorreu na Central de Aulas da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB), minutos antes dele iniciar sua defesa de tese. Francisco Carlos Quevedo, do Hospital Amaral Carvalho, de Jaú, e consultor dos médicos residentes do Departamento de Patologia da FMB, concluiu com êxito seu doutorado.

Quevedo dá aulas a médicos residentes em patologia da FMB a cada 30 , 40 dias. “Tenho um encontro periódico com eles. Eu venho, trago casos interessantes que tenho lá (Jaú) e discuto com eles”, explica o consultor. Embora não seja docente da FMB, o médico patologista realiza esse trabalho de ensino voluntariamente. 

No dia 25 de agosto, Quevedo defendeu a tese “Tumores testiculares de células germinativas não-seminomas: imunoexpressão proteica de EGFR, HER-2 e C-KIT”, orientado pelos professores Maria Aparecida C. Domingues e João Lauro Viana de Camargo, ambos do Departamento de Patologia da FMB.
 

Curta o Facebook do Agência14News e fique por dentro das notícias de Botucatu e região: www.facebook.com/agencia14news

(com Assessoria de Imprensa)