A Prefeitura e as empresas estão caminhando para um acordo para comprar novos ônibus e deixar a briga judicial que vem se estendendo após a administração municipal ter quebrado o contrato em 2016. O documento foi protocolado na tarde dessa sexta-feira (01).

Um acordo protocolado na Justiça diz o seguinte: 

Obrigações das empresas: -40 ônibus 0km a serem entregues em 90 dias após a homologação; implantar em 30 dias da entrega dos ônibus Wi-Fi; implantação do centro de operações; sistema de monitoramento único e integrado; ponto de venda de bilhetagem eletronica; sistema de biometria e reconhecimento facial; compra vale transporte pela internet. A data base será considerada a data de entrega dos ônibus.Também haverá apresentação de estudo dê remodelagem do sistema; implantação de aplicativo de telefonia celular; quitação sobre os valores devidos até a data de assinatura do acordo.

Obrigações do município: tornar sem efeito o decreto de caducidade (da nova licitação); prorrogação do prazo de concessão em 10 anos (lei); extinção da outorga (a partir da data de compra dos veículos – 70 a 80 mil reais ao mês); reajustar a tarifa para 3,60 (a partir da entrega dos veículos); incidência ISS 1%; uso do valor do saldo remanescente para subsidiar a tarifa (lei); indicadores de qualidade e desempenho; 06 meses para atingir as metas. Também será usado fundo municipal de transporte para subsidiar a tarifa.

“Os 10 anos são necessário para amortizar os investimentos mas só ocorrerão se prestarem bom serviço”, disse o prefeito Mário Pardini ao site Agência14News.

Depois a proposta deverá ser votada pela Câmara Municipal.

 

Curta o Facebook do Agência14News e fique por dentro das notícias de Botucatu e região: www.facebook.com/agencia14news

(do Agência14News).