Vários assuntos têm sido debatidos para melhorias de serviços à população de Botucatu (SP).

O vereador Abelardo (PMDB) usou seu tempo no Grande Expediente da sessão ordinária para retomar um assunto de extrema importância: a deficiência monocular.

No final do ano passado ele foi procurado por munícipes que solicitaram uma atenção especial ao tema, inclusive sugerindo itens para uma revisão na legislação municipal. Em seu pronunciamento, o vereador informou que foi recebido pelo prefeito Mário Pardini, que se sensibilizou com a situação e está envolvendo os órgãos da Prefeitura para conseguirem avançar na demanda.

Segundo Abelardo, a simples divulgação já é extremamente importante para a causa. “Amanhã (segunda-feira) mestarei em Jacareí com uma grande defensora dessa causa, a Valéria Muniz. Vou conversar com ela e com um vereador para saber sobre o Projeto de Lei que eles fizeram lá para trazermos para cá e beneficiarmos os portadores de deficiência monocular”, diz o vereador.

Os portadores de deficiência monocular enxergam apenas com uma vista e têm noção de profundidade limitada.

 

Sargento Laudo pede ampliação e melhorias na USF de Rubião Júnior

O vereador Sargento Laudo (PP) apresentou requerimento da solicitação de obras para ampliação e melhorias na Unidade de Saúde da Família (USF) do Distrito de Rubião Júnior, aprovado pela unanimidade dos vereadores.

“Sabemos que no momento atual o Poder Executivo não teria condições de viabilizar uma nova unidade de saúde para atender a comunidade local, por isso estamos pedindo para ampliar o posto já existente no Distrito, com mão de obra própria dos servidores municipais”, sugere o vereador.

Segundo ele, a reforma permitirá atender melhor à população e criar um ambiente de trabalho com mais conforto para os servidores que ali atuam.

Nos últimos anos o Distrito de Rubião Júnior recebeu mais de 600 novas moradias e, consequentemente, teve um grande aumento populacional, hoje contando com cerca de 3 mil moradores que precisam do equipamento para atender as demandas da atenção básica à saúde.

 

Jamila propõe adequações em largo para melhorar acessibilidade ao Teatro

Pode ser um “detalhe”, mas não passou despercebido para a vereadora Jamila (PSDB). Em requerimento dirigido ao vice-prefeito e secretário municipal de Infraestrutura, André Luiz Peres, ela solicita adequações no calçamento do largo do Teatro Municipal, em frente à Praça Coronel Moura (Praça do Paratodos). O ajuste visa facilitar o acesso ao Teatro, sobretudo de idosos, pessoas com mobilidade reduzida e pessoas com deficiência.

“O nosso Teatro recebe um grande público, de todas as idades, para assistir aos espetáculos oferecidos. Mas precisamos melhorar a acessibilidade. Vocês já repararam que em frente à Praça existe uma faixa de pedestres seguida de uma rampa de acesso para cadeirantes? Porém não existe passeio público cimentado para quem sai da faixa de pedestres e deseja chegar às imediações do Teatro Municipal. Nesse trecho o caminho é somente feito de piso de ‘lajotas’”, explica a vereadora.

Por isso ela pede que sejam construídos passeios públicos cimentados, com pisos táteis, para que as pessoas possam transitar pelo local com maior facilidade e segurança.

 

Zé Fernandes homenageia nova mesa diretora do COMDEMA 

Na sessão de 05 de fevereiro o vereador Zé Fernandes (PSDB) apresentou moção de congratulações à nova mesa diretora do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente de Botucatu (Comdema), eleita em janeiro para a gestão 2018-2019.

A homenagem foi aprovada por unanimidade dos vereadores e entregue ao presidente, Rafael Romagnolli, vice-presidente, Fillipe Martins, e ao secretário executivo, Leonardo Dallaqua Fulgueral ao final da sessão.

“O Conselho é o espaço em que a população pode exercer o direito de cidadania e ao mesmo tempo o dever constitucional de preservar o Meio Ambiente. Desejo sucesso e um mandato de muitas conquistas em prol do meio ambiente do nosso município”, disse o vereador.

O Comdema foi instituído em 1984 e tem por objetivo promover a discussão, análise e proposição das diretrizes das políticas públicas ambientais de Botucatu. Formado por representantes do segmento governamental estadual, municipal e da sociedade civil, trata de diferentes temas relacionados à gestão ambiental municipal, tais como: gestão de resíduos, gestão de recursos hídricos, arborização urbana, uso e ocupação do solo, poluição sonora, poluição visual e saneamento básico.

 

Carlos Trigo propõe contratação de assistente social e psicólogo para as escolas municipais

Preocupado em evitar a evasão escolar, melhorar o desempenho dos alunos e prevenir a violência, o bullying e o consumo de álcool e drogas pelos jovens, o vereador Carlos Trigo (PDT) apresentou requerimento solicitando a contratação de pelo menos um psicólogo e um assistente social em tempo integral para todas as unidades escolares do município.

Segundo o vereador, a presença desses profissionais nas instituições de ensino, sobretudo em escolas públicas, pode trazer enormes benefícios, uma vez que eles podem atuar em programas de orientação social e familiar e de visitas domiciliares – que permitem ampliar o conhecimento sobre a realidade social e familiar dos alunos. Ele considera essa interação importante para que o poder público efetive ações de adequação do âmbito escolar à realidade dos estudantes.

“Infelizmente a realidade das escolas do nosso país tem sido marcada por casos de violência, de ameaça e agressão física envolvendo alunos e professores, de bullyng e do crescente uso de álcool e drogas pelos jovens, contexto que acaba os  deixando mais vulneráveis ao aliciamento de pessoas mal-intencionadas”, comenta o vereador.

O requerimento, aprovado pela unanimidade dos vereadores, foi encaminhado ao prefeito Mário Pardini e ao secretário municipal de Educação, Valdir Gonzales Paixão Júnior.

 

Curta o Facebook do Agência14News e fique por dentro das notícias de Botucatu e região: www.facebook.com/agencia14news

(com Assessoria de Imprensa)