Em uma nota divulgada nesta sexta-feira (17) centros acadêmicos e moradias estudantis da Unesp se colocaram contra o estudo a distância nos cursos da universidade.

A nota diz o seguinte: “Como é de conhecimento geral, em decorrência da pandemia de emergência mundial causada pela COVID-19, estamos em período de isolamento social sem data prevista para o retorno normativo das atividades.

Devido aos problemas que o Corpo Acadêmico tem enfrentado neste período devido a situação de vulnerabilidade social e emocional que alguns se encontram, o Movimento Estudantil da Universidade Estadual Paulista composto por Diretórios Acadêmicos, Centros Acadêmicos e Moradias Estudantis, redigiu uma carta aberta para que as autoridades da UNESP tomem conhecimento do nosso posicionamento e façam atender as necessidades atuais do Corpo Acadêmico que compõe esta universidade.

Sendo assim a carta foi enviada à reitoria, direções, departamentos, conselhos, comissões e ficará disponibilizada a todos que tiverem interesse de nos ouvir.

Ressaltamos ainda o apoio da Diretoria Central da ADUNESP e SINTUNESP nesta carta Link.”

Reivindica, enquanto corpo estudantil:
I) A suspensão do calendário letivo e sua posterior readequação por ordem do Reitor Prof. Dr. Sandro Roberto Valentini e da Pró-reitora de Graduação Profa. Dra. Gladis Massini-Cagliari, com a garantia de um acesso igualitário às aulas, qualidade do ensino e ambiente adequado para o desenvolvimento das atividades acadêmicas, sem prejuízo das atividades avaliativas ou carga horária;

II) Posicionamento contrário ao Ensino a Distância das Congregações locais e/ou Diretorias Acadêmicas, com informe aberto a toda comunidade acadêmica, e

III) A fiscalização e tomadas de decisões, por parte das Diretorias, dos Conselhos de Cursos e dos Departamentos, contra o Ensino a Distância, mediante o cronograma de suspensão e possíveis avisos de professores que descumprirem com esses pontos.