Depois de moradores se queixarem de tremores percebidos no condomínio que fica ao lado da obra do viaduto – que vai ligar os setores norte e leste de Botucatu (SP) – o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Denit), que é uma autarquia federal e vinculada ao Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, informou que uma análise foi feita nos apartamentos e nenhum problema foi constatado.

Alguns moradores chegaram a entrar em contato com o site Agência14News preocupados que algo pudesse estar errado. “Senti que o prédio tremeu algumas vezes por causa de máquinas que estão fazendo o viaduto. Precisamos verificar se podem ocorrer algum dano que possa nos prejudicar”, diziam algumas mensagens encaminhadas ao site.

Assim que a dúvida surgiu a reportagem procurou o Denit em Brasília (DF) que informou o seguinte: “No final do ano passado foi realizado uma vistoria no prédio do Condomínio, onde estiveram presentes a Construtora responsável pelo empreendimento,  o engenheiro da Defesa Civil de Botucatu e o engenheiro contratado pelo condomínio, a fim de verificar possíveis interferências da obra no edifício, e a princípio nada foi constatado. Os engenheiros mencionados comprometeram-se em buscar informações do projeto da fundação e da estrutura dos prédios para que fosse possível uma avaliação mais acurada, entretanto ainda não houve manifestação neste sentido. Em fevereiro deste ano, foi efetuado o relatório fotográfico da situação dos prédios e entregue uma cópia ao Condomínio. Vale constar ainda que para a execução dos serviços de terraplanagem e compactação do solo, está sendo utilizado equipamento que compacta por velocidade e não por vibração, o que diminui a possibilidade de vibração no entorno da obra”, respondeu Henrique França, da assessoria de imprensa do Denit.

 

Curta o Facebook do Agência14News e fique por dentro das notícias de Botucatu e região: www.facebook.com/agencia14news

(do Agência14News)