Inscreva-se na nossa newsletter!

Trending News

Botucatu

Após décadas, capela de Ana Rosa terá missa da Igreja Católica 

A capela de Ana Rosa – que não é santa, mas por ter sido brutalmente morta pelo marido e virou mártir, voltará a ser usada para celebração de missa da igreja Católica, no Bairro Cohab 1, ao lado do Tiro-de-Guerra, em Botucatu.

As celebrações serão realizadas todos os sábados, às 16 horas, pela paróquia que fica no mesmo bairro. A capela está localizada na Avenida Mário Barbéris.

“Quando eu era criança e quando casei aconteciam alguns atos religiosos da igreja, mas depois parou. Para nós que moramos nessa região da Cohab ou Parque Residencial 24 de Maio e somos atendidos pela paróquia da Cohab 1 – é uma reconquista muito grande. Ana Rosa não é santa, mas é um lugar de orações, muitas pessoas vão à capela rezar”, disse a moradora Irene Cardoso que também é líder comunitária.

A história de Ana Rosa é de uma moça que foi morta pelo marido ciumento aos 20 anos de idade em 1885. A história desse crime ficou famosa depois de ser cantada em uma música da dupla sertaneja Tião Carreiro e Pardinho. Muitas pessoas dizem ter alcançado graças com o milagre após orações à Ana Rosa.

Na história, relata-se que depois do casamento, Francisco de Carvalho Bastos, o Chicuta, passou a agredir a esposa física e moralmente. Até que ela resolveu fugir de casa. A moça saiu a cavalo e pediu ajuda em um cabaré de Fortunata Jesuína de Melo. O marido ao chegar em casa e não encontrar a esposa contratou dois capangas para matarem a moça: José Antonio da Silva Costa, o Costinha e Hermenegildo Vieira do Prado, o Minigirdo.

Ana Rosa foi procurada por Costinha que ofereceu ajuda para que fugisse de vez, mas no caminho ela deu de cara com o marido e percebeu que era uma armadilha. Mesmo pedindo a todos os santos que não fosse morta, ela foi esquartejada no mesmo local: perto do Rio Lavapés. A data da morte é 21 de junho de 1885. A história é contada em um livro do escritor Moacir Bernardo.

Depois, os criminosos foram presos e receberam suas condenações. Costinha depois do cumprimento da pena morreu atingido por uma árvore da qual fazia o corte e caiu sobre ele. O outro envolvido: Minigirdo faleceu após contrair varíola na prisão.  Já Chicuta morreu quando voltava da cidade para a fazenda. O carro de boi parou e ele ficou furioso e por isso batia nos animais para que andassem. Ao verificar as rodas, os bois se movimentaram e sua cabeça foi atingida pelas rodas.

Ana Rosa era nascida em Avaré.

MÚSICA DE ANA ROSA

Ana Rosa casou com Chicuta um caipira bastante atrasado

Levava a vida de carreiro fazendo transporte era o seu ordenado

Tinha um ciúme doentio pela moça, que dava pena do coitado

Batia na pobre mulher com a vara de ferrão de bater no gado, ai.

Resolveu abandonar o marido porque a vida já não resistia

Quando chegou em Botucatu aquela cidade toda dormia

Só encontrou uma porta aberta mas ali não entrava família

Resolveu contar sua história e se abrigar até no outro dia.

O Chicuta quando chegou em casa, Ana Rosa não encontrou

Ele arreou sua besta e como uma fera a galope tocou

Na chegada de Botucatu pra um caboclo ele perguntou

Seu moço essa mulher lá nas “fortunata” vi quando ela entrou, ai.

Num barzinho ali da saída sem destino resolveu chegar

Encontrou com um tal Menegildo e com o Costinha pegou conversar

Vocês querem pegar uma empreitada só se for pra não trabalhar

Pra matar a minha mulher minha proposta vai lhe agradar, ai.

O Costinha montou a cavalo e tocou lá pra “fortunata”

Conversando com Ana Rosa disse que era um tropeiro da zona da mata

Meu patrão lhe mandou uma proposta diz que leva e nunca lhe maltrata

Seu marido anda a sua procura jurou que encontrando ele te mata.

Ana Rosa montou na garupa e o cavalo saiu galopeando

Quando chegou no”lava-pé” aonde os bandidos já estavam esperando

Quando ela avistou seu marido, para todo santo foi chamando

Vou perder minha vida inocente partirei com Deus deste mundo tirano, ai.

Derrubaram ela da garupa já fazendo cruel judiação

Foi cortando ela aos pedaços uma preta assistindo a cruel judiação

Foi correr dar parte a autoridade já fizeram imediata prisão

Hoje lá construíram uma igreja tem feito milagre pra muitos cristãos, ai.

(Do Agência14News – com assessoria)


Notícias similares