Após 45 anos sem ver o irmão, o aposentado de Botucatu Sebastião Vieira Barboza, de 77 anos, pode dar um abraço apertado em João, a quem procurava durante todo esse tempo. O encontro ocorreu na manhã deste sábado (09), na casa de Sebastião, na Rua Vicente Bertochi, no Bairro Alto, em Botucatu.

Cinco dias antes, parentes do aposentado de Botucatu ficaram sabendo que ele estava procurando os familiares espalhados pelo Brasil e entraram em contato, após verem a reportagem no site Agência14News. Ele estava procurando irmãos e demais parentes que não vê há mais de 45 anos.

Uma parente, Talita Miranda, que mora em Itupeva, foi avisada por um amigo da postagem por conta do sobrenome. “Temos um parente que recebeu a reportagem de um amigo que viu o mesmo sobrenome. Esse parente não soube confirmar e me enviou a reportagem. Ao mostrar para o meu pai, o reconheceu como primo, mas entrou em contato com o João que é irmão do Sebastião para confirmar. Foi uma alegria, pois fazia 45 anos que o João o viu pela última vez. Disse que o procurava por todos esses anos e acreditava que estava em Minas Gerais. Eles se falaram por telefone, acredito que logo vão marcar de se encontrarem”, disse Talita ao site Agência14News.

O irmão que foi localizado mora em Sumaré (SP). “Foi uma alegria muito grande encontrá-lo depois de tanto tempo procurando. Uma emoção que você não faz ideia”, disse João que viajou de Sumaré até Botucatu.

Os outros parentes de quem ele teve notícias estão morando em São Sebastião (SP) e Campo Grande (MS). Vai faltar encontrar mais três irmãos, sendo que a sétima irmã já é falecida.

“É duro até de falar, mas agora não vamos mais perder o contato e sempre estaremos juntos. É isso que eu queria ter em vida, encontrar meus irmãos. Fico muito agradecido ao site e à rádio que divulgaram”, disse Sebastião, de Botucatu.

Ele conta que por causa do trabalho que fazia na construção de usinas de energia viajava muito e todos acabaram se afastando. Os irmãos são: José, Antônio, João, Manoel, Otávio, Sebastião e Eunira.

Sebastião saiu da cidade de Águas Belas, no Pernambuco, em 1972 e o último de que teve notícias foi de João que morava em Campinas. Antônio pela última vez estava em Sorocaba e João em Campinas. José, o irmão mais velho foi para o Norte e o local seria Águas Belas (PE).

Quando casado com Maria Helena Aparecida Barboza teve os filhos: Cleiton Santos Barboza, Keice, Raniele, mas por conta da separação a ex-mulher saiu de casa e teria se deslocado para Fronteira (RS), perto de Nova Granada e na cidade de Palestina, no Estado de Minas Gerais.

Ele ainda teve notícias de que alguns desses seus parentes possam estar em Bauru ou Rio Preto.

Hoje, ao lado de Meire Elza Adauto, em Botucatu (SP), procurou a Rádio Municipalista e o site Agência14News. A assistente social Neide Zonta, de Botucatu, também ajudou voluntariamente com sua rede de contatos pelo Brasil.

Sebastão que procura os demais irmãos, filhos e a ex-mulher é filho de Alcina Maria Barboza e de Manoel Hipólito Vieira Barboza, nascido em Águas Belas (PE).

No mesmo sábado o irmão de Sumaré foi embora, mas passou o dia ao lado de Sebastião. No Bairro Alto Sebastião recebeu ainda a esposa de João, o filho e a nora que ele não conhecia. Ainda vieram parentes de Itu. 

 

Curta o Facebook do Agência14News e fique por dentro das notícias de Botucatu e região: www.facebook.com/agencia14news

(do Agência14News)

Vídeo: