Um homem e uma mulher que são responsáveis por uma casa de repouso foram presos nesta sexta-feira, 9 de abril, acusados de manterem idosos em situação desumana, em São Manuel. A Polícia Civil e a Vigilância Sanitária encontraram os internos sem higiene pessoal. Todos ficavam trancados nos imóveis que estavam sujos. A ação ocorreu durante operação realizada em uma chácara no loteamento Catâneo Ângelo.

Durante a manhã, equipes da Guarda Civil Municipal, em conjunto com servidores da Prefeitura Municipal de São Manuel, através da Diretoria da Promoção Social, Vigilância Sanitária, CREAS e Polícia Civil, puderam constatar que a Casa de Repouso estava funcionando de maneira clandestina.

Após denúncias anônimas feitas diretamente à diretora de Promoção Social do Município, Lilian Tedesco Fusco, foi planejada a operação para que fosse averiguada as informações e pela manhã as equipes se deslocaram até o local informado.

Os policiais e as equipes foram ao endereço e encontraram o portão trancado com cadeado. Quando chamavam os responsáveis, os policiais relatam que visualizaram um idoso que “embora estivesse fisicamente sem lesões, agradeceu com lágrimas nos olhos, dizendo: graças a Deus vocês vieram. Eu rezei por esse dia”.

Na chácara que era alugada, os agentes constataram várias construções adaptadas com muitos cômodos transformados em quartos pequenos e todos continham grades nas portas, colchões finos e inadequados e apenas um banheiro.

A equipe que esteve no local menciona ainda falta de alimentação adequada. Constaram ainda falta de limpeza nas casas e higiene pessoal dos idosos que era inadequada. Também havia problemas com medicamentos. Os idosos não podiam ter contato externo, nem existia conversa entre eles. A chácara também ficava trancada.

“Os idosos apresentavam muito medo dos responsáveis pelo local. Constatou-se ainda os maus-tratos aos idosos que não são aparentemente físicos, porém, estão sendo submetidos a condições desumanas e degradantes”, informou a Polícia.

A perícia foi acionada para fazer o trabalho fotográfico das condições do local.

Diante dos fatos e da constatação de maus tratos e situação irregular do local, foi dada voz de prisão aos responsáveis, sendo duas pessoas, uma de São Manuel e outra de Pardinho, que foram conduzidas a Delegacia de Polícia onde, após tomar ciência dos fatos, a autoridade policial Dra. Michela Ragazzi ratificou a prisão em flagrante, sendo os indiciados encaminhados às cadeias públicas de Itatinga e Cesário Lange.

Todos os idosos passaram pelo Hospital local para atendimento médico e passam bem, sendo posteriormente recolhidos pela Pousada da Colina.

Participaram da operação: Polícia Civil de São Manuel, através dos policiais Renata, André e Guiari; equipes da GCM de São Manuel, através dos Gcms Simone e Luciano (Patrulha Maria da Penha) e Gcms Aline e Souza; do CREAS, a assistente social Maira e Renato Bragiato, da Diretoria de Saúde, a assistente social Núbia de Souza, e da Vigilância Sanitária: Ediuilson Ferreira e Luís Renato de Barros da Silva.