A Polícia Civil de Botucatu está investigando uma denúncia de estupro tendo como vítima uma adolescente de 13 anos. O padrasto foi apontado como autor. Segundo a denúncia, o homem passou as mãos nas partes íntimas da adolescente.

O caso foi atendido inicialmente pela Polícia Militar. A PM diz que foi até uma casa e a menina estava na frente aguardando a viatura.

Esse fato foi atendido na manhã de terça-feira (13). Ela disse que seu padrasto há dias tinha cometido abusos sexuais. A PM informa que entrou em contato com a mãe e o padrasto, que foram conduzidos ao plantão policial e depois liberados.

O caso da menor já tinha passado pela DDM – Delegacia de Defesa da Mulher com um BO de desaparecimento. A mãe da adolescente contou que o seu relacionamento com a filha sempre foi tumultuado. Ficou sabendo pelo filho que a ela tinha fugido. Informou o fato ao ex-marido que mora fora – e onde a adolescente tem namorado. Lá também a menina faz tratamento psicológico devido ao uso de bebida alcoólica. Ela estava em Botucatu sem ter avisado o seu pai, e depois, sumiu de novo. Em seguida acionou a PM e disse que o padrasto havia cometido o abuso.

O caso é investigado pela Polícia Civil através da DDM de Botucatu. Segundo a Polícia, quem prestou as declarações sobre o fato foi a mãe da menor. O caso segue em investigação.