Inscreva-se na nossa newsletter!

Trending News

Polícia

Mulher denuncia agressão, estupro e cárcere privado, após marcar encontro com homem que conheceu pela internet 


-A Guarda Municipal encaminhou o agressor ao plantão de Botucatu

Um homem de 46 anos foi preso acusado de manter uma jovem refém em São Manuel (SP).

Segundo as informações da Polícia, tudo começou na terça-feira (17), quando a mãe da jovem foi até a Delegacia de São Manuel (DDM) dizendo que a filha – de Barra Bonita – tinha conhecido um homem nas redes sociais e mantinha relacionamento com ele há um mês.

Já no domingo (15), a jovem e o homem resolveram se encontrar. Dessa forma ele a buscou na casa dela, em Barra Bonita e a levou a São Manuel.

A mãe ainda informou que começou a receber algumas mensagens da garota, via celular, pedindo socorro, dizendo que estava sendo mantida presa, quando foi agredida e ameaçada de morte. Temendo pela vida da filha, a senhora procurou as autoridades policiais da cidade.

Assim, a Polícia Civil (Delegacia da Mulher) transmitiu as informações também à Polícia Militar e GCM.

Na patrulha Maria da Penha da GCM, os agentes Luciano e Simone levantaram as informações com a mãe da garota e acionaram a ROMU (Rondas Ostensivas Municipais), composta pelo comandante Camargo e os GCMs Jorge e Barbosa. Esta equipe então se deslocou no apoio ao caso.

Através de informações desencontradas e com a foto do homem que é conhecido nos meio policiais por crimes de tráfico de drogas e tentativa de homicídio, os agentes da ROMU descobriram seu endereço, no bairro Jardim Ouro Verde, em São Manuel.

OBRIGADA A LIMPAR A CASA

O homem chegou a destruir o aparelho celular da moça. Ela disse que no tempo que ficou na casa o acusado exigiu que ela fizesse comida e limpasse o lugar.

Como ela não fez o que queria, ele a agrediu com tapas no rosto e a obrigou a manter relações sexuais a força por quatro vezes sob ameaça de morte. A moça disse que o elemento apresentava duas personalidades: às vezes agressiva e outras vezes amorosa.

Em dado momento ela convenceu o mesmo a usar o aparelho celular alegando que precisava enviar mensagens para o filho, tendo o acusado aceito e foi neste momento que ela mandou as mensagens codificadas pedindo ajuda.

RESGATE DA GAROTA

As equipes então se deslocaram até o endereço. O imóvel estava fechado e as janelas com grades. Os agentes chamaram pelo nome da garota, que gritou pedindo socorro. Diante da situação, os policiais arrombaram a porta e localizaram a vítima que estava nervosa e assustada.

A jovem informou que o homem não estava na residência e que a manteve trancada ali. Contou que desde domingo ele a agredia, estuprava e a todo momento a ameaçava de morte. O seu celular havia sido destruído e não podia gritar por socorro, pois ele dizia que havia comparsas que iriam matá-la.

A equipe de Patrulhamento Maria da Penha encaminhou a garota para a DDM e a ROMU saiu no encalço do autor por bairros da cidade, pois segundo informações ele teria saído de carro.

PRISÃO DO AUTOR

Após buscas feitas por vários bairros da cidade, a ROMU retornou ao Jardim Ouro Verde, onde viram o homem próximo a uma área de mato. Ele correu para o meio do matagal. Por isso, os agentes da ROMU desceram da viatura e saíram no seu encalço, conseguindo capturá-lo.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão ao homem, sendo conduzido ao plantão policial na cidade de Botucatu. Após tomar ciência da situação, a autoridade policial, delegada Ana Carolina de Brito Ferreira ratificou a voz de prisão, sendo ele enquadrado nos crimes de cárcere privado, estupro e Maria da Penha.

A vítima foi encaminhada para o IML (Instituto Médico Legal) e posteriormente à UNESP de Botucatu.

(com GCM de São Manuel – edição 14News)

DESTAQUES: