Inscreva-se na nossa newsletter!

Trending News

Botucatu

Morre João Marcos, ex-goleiro da Seleção Brasileira 

João Marcos. (Arquivo AAB).

Faleceu nesta quinta-feira (2), o ex-goleiro da seleção brasileira e do Palmeiras, João Marcos. Ele tinha 67 anos. Ele estava internado na Unesp.

O profissional continuava atuando como treinador em escolinhas da Associação Atlética Botucatuense com o “Projeto Gol Solidário”. Chegou a ser também candidato a vereador.

Ana Marques que é da família lamentou a morte na manhã de hoje: “É com imensa tristeza que comunico aos amigos o falecimento do meu querido cunhado João Marcos Marques Coelho da Silva. Nosso muito obrigado a todos que conviveram com ele e tinham apreço pela pessoa dele”.

Velório será das 12h às 17h e o sepultamento às 17h no Portal das Cruzes, em Botucatu. Devido ao Covid-19 os velórios estão restritos à família.

MILTON NEVES

O Blog do Terceiro Tempo do Jornalista Milton Neves publicou que “João Marcos era exemplo de superação para muitos dependentes químicos. O ex-goleiro foi internado no ano 2010 no Recanto Fonte Luz, em Mogi das Cruzes-SP, para iniciar tratamento contra o alcoolismo. Deixou a clínica pouco tempo depois e passou a ajudar com palestras pessoas que buscavam superar este mesmo problema”.

“João Marcos começou a carreira no Guarani. Jogou também no São Bento de Sorocaba-SP e no Noroeste de Bauru-SP, antes de se transferir para o Palmeiras, em 1980. Permaneceu no alviverde até 85 e encerrou a carreira no Grêmio de Porto Alegre, em 1986”.

“João Marcos viveu grande fase em 1984, que o levou à seleção brasileira. Disputou apenas um jogo, no dia 21 de junho, quando o Brasil venceu o Uruguai por 1 a 0. O ex-goleiro deixou Ivete, sua esposa, e três filhos”.

ESCRITOR

O Jornalista Erick Facioli que escreveu a biografia do ex-goleiro também comentou o falecimento. “Muito triste hoje com a notícia do falecimento do ex-goleiro João Marcos. É triste saber também que não teremos a oportunidade de fazer uma homenagem que ele merece nesse momento de isolamento. Felizmente, tive o privilégio de escrever a sua biografia e ajudar manter viva a essa bela história de vida. Meus sentimentos e todos os familiares e a todos que conviviam com ele”.

IMAGENS:


Notícias similares