-Jovem faz relato sobre risco no local.

Duas jovens procuraram o 14News para relatar que tiveram que correr ao serem perseguidas por desconhecidos quando faziam caminhada na pista localizada na Avenida Universitária, no setor Norte de Botucatu.

-Trecho da pista.

O relato diz o seguinte: “Segue um alerta para as pessoas que praticam atividades físicas na região da Avenida Universitária: Por volta das 20h00 da noite dessa segunda-feira eu e minha amiga (Stela, 39 anos) estávamos caminhando como fazemos sempre. Ao descer na ciclovia, na região do Jardim Paraíso, 3 indivíduos estavam em baixo de uma árvore, em uma área bem escura, próximo a uma viela. Ao ver que nós estávamos sozinhas, eles saíram de baixo da árvore e foram em direção a ciclovia. Eu e minha amiga saímos da ciclovia e começamos a falar no telefone para eles verem que estávamos falando com um amigo que mora próximo. Ao verem a gente saindo da ciclovia, os 3 saíram em direção da rua, onde eu e minha amiga já estávamos na rua. Começamos a andar rápido. Ao olharmos para trás, eles estavam correndo em direção que nós estávamos também correndo! Eles só pararam porque viram que viramos uma esquina, e eles não iriam conseguir alcançar a gente. Peço por gentileza às autoridades policiais, que façam alguma coisa, pois nessa região passam muitas mulheres sozinhas, e o alvo desses indivíduos somos nós mulheres! Precisamos de mais segurança na região da ciclovia e do Jardim Paraíso, pois a base da polícia fica menos de 1 quilômetro de onde tudo aconteceu”, alertou Beatriz, de 26 anos.

A Polícia Militar informou que não houve o chamado às forças de segurança e que irá reforçar o patrulhamento no local.

Caso de estupro no mesmo local em 2020

Uma mulher de 55 anos foi esfaqueada no dia 19 de maio de 2020 ao reagir a uma tentativa de estupro enquanto caminhava nas proximidades de uma ciclovia, em Botucatu (SP), segundo informação do G1.

Segundo a Polícia Militar, a vítima foi atacada por um rapaz na ciclovia da Avenida Universitária, no Jardim Flamboyant. Ao se defender, ela sofreu ferimentos de faca na região da cabeça.

A vítima foi socorrida em estado grave e levada para o Hospital das Clínicas. Ela acabou perdendo a visão de um olho.

Com ajuda da Guarda Municipal, a PM conseguiu localizar e prender o suspeito da agressão no Bairro Monte Mor. Na casa do rapaz, de 23 anos, foram localizadas roupas sujas de sangue.

O suspeito foi levado até a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), onde foi preso em flagrante pelos crimes de tentativa de homicídio, de estupro e resistência.

O suspeito já havia cumprido pena por crime semelhante e tinha deixado a prisão há quatro meses. Ele foi levado para a cadeia da cidade, onde ficou à disposição da Justiça. (14News com G1).