Mais uma vez a reclamação dos moradores é quanto à fiação solta em Botucatu (SP). Muitas vezes existe a troca de postes de energia e os cabos de internet ou telefone ficam pendurados, atrapalhando o trânsito e gerando risco de acidentes também com os pedestres.


Recebemos demanda de moradores quanto a fios soltos na Rosa Maria de Camargo Basseto, na Chácara Dos Pinheiros, no setor norte de Botucatu. Houve a troca de postes e parte dos fios ficou para trás. São fios caídos e amarrados na tela da Escola Municipal Luiz Tácito, conhecida como escola do Flamboyant. Também há caso de fios caídos na Rua Pedro Carmelin Neto, no Parque 24 de Maio, onde postes foram trocados há 3 meses. No local ainda uma pessoa deixou um colchão de casal jogado desde sábado.

O 14News foi ouvir a CPFL e as empresas prestadoras de serviço de internet e telefonia. A empresa de energia informou o seguinte:

A CPFL Paulista esclarece que a responsabilidade pela recolocação dos fios de telefonia e internet é dos ocupantes dos postes.Quando há desligamento após manutenção da rede elétrica, todas as empresas são informadas para acompanhar e redispor seus cabos.A distribuidora destaca que tem notificado sistematicamente as companhias quanto a irregularidades de seus cabos de comunicação e irá informar novamente as responsáveis para que o trabalho seja realizado com urgência.“.

CLARO – A assessoria de imprensa da empresa Claro também deu satisfação. “A Claro verificou os locais e os fios não pertencem à operadora”, respondeu ao 14News.

A Fibranetcom também se pronunciou dizendo que “nossa equipe foi informada da troca de postes e acompanhou (o trabalho, assim pode corrigir o nosso cabeamento no dia. E por prevenção, durante o dia de hoje, foram ao local para certificar, e os cabos não são da nossa empresa; espero que encontrem os responsáveis”.

A moradora que procurou o site disse que as empresas de menor porte tinham feito o trabalho de retirada de cabos, mas não ocorreu o mesmo com a Vivo, pois ela estava sem o serviço até esta segunda-feira. A empresa foi procurada e não retornou o nosso contato.

A Zeladoria da Prefeitura informou que irá tomar as providências cabíveis.

As demais empresas que foram procuradas não deram retorno até o fechamento da matéria.

(Reportagem: 14News).